Economia

Dados da Braztoa mostram recuperação do setor na capital

Retomada: Maceió aparece entre os quatro destinos mais procurados

Cachoeira da Tiririca, em Murici, faz parte dos locais de turismo ecológico e de aventura de Alagoas
Cachoeira da Tiririca, em Murici, faz parte dos locais de turismo ecológico e de aventura de Alagoas
Com a reabertura econômica, a cidade de Maceió pode ser uma das que mais tenham a ganhar com o Turismo, conforme os dados da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa).

A capital alagoana ganhou destaque mais uma vez e está entre os destinos mais procurados no segmento de sol e praia do país, ao lado de Porto de Galinhas (PE), Salvador (BA) e Porto Seguro (BA).

Em Alagoas, experiências ligadas à natureza não faltam para quem quer sol e praia. Além da capital, o destino conta com duas regiões turísticas com praias de encher os olhos. São elas: a região da Costa do Corais, no Litoral Norte alagoano, que está inserida dentro de uma Área de Preservação Ambiental (APA), onde está a famosa Rota Ecológica, que corta os municípios de Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres e Passo de Camaragibe; além de Maragogi, que conquista os visitantes com suas piscinas naturais e bolinhos de goma artesanal; e a vizinha Japaratinga, com falésias e mar de águas calmas.

Já no Sul do Estado, onde se localiza a região das Lagoas, Rios e Mares do Sul há destinos badalados, como as famosas praias do Francês e do Gunga, as praias incríveis da Barra de São Miguel, as belas falésias de Jacarecica do Sul e as dunas douradas de Piaçabuçu.

“Alagoas é um destino completo, que oferece inúmeras possibilidades de lazer ligados à natureza. Além de praias incríveis espalhadas por todo o litoral, temos trilhas, cânions, cachoeiras e escaladas; e o governo de Alagoas segue com um trabalho de estruturação dessas diferentes regiões turísticas, dando suporte aos municípios e realizando um forte trabalho promocional, impulsionando a divulgação dos nossos atrativos e fomentando a cadeia do turismo de maneira geral”, pontua o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão.

As experiências em meio à natureza vão muito além do sol e mar em Alagoas. A região da Caatinga alagoana, por exemplo, guarda aventuras inesquecíveis.

Na cidade de Santana do Ipanema, a 270km da capital alagoana, há diversos pontos de escalada, como a Serra da Camonga, Pedra do Olho D’Água e Lajota, totalizando 85 vias com excelentes agarras, abaloadas, tendas e pinças.

A Caverna Forna da Onça, em Poço das Trincheiras, também é uma excelente opção de turismo de experiência.

Já na região dos Cânions do São Francisco, além de navegar pelo imponente rio São Francisco, é possível admirar os cânions rochosos de mais de 30 metros de altura, experimentar uma aventura de tirolesa, andar pela trilha de Lampião, conhecer as pinturas rupestres da região e ainda se encantar pelo artesanato produzido na Ilha do Ferro.

A região dos Quilombos, na Zona da Mata Alagoana, também é sinônimo de mata e aventuras. A cachoeira do Anel, no município de Viçosa, é um dos atrativos imperdíveis, assim como as cachoeiras da Tiririca e Dias D´ávila, em Murici, cidade com a maior reserva de Mata Atlântica proporcional do Nordeste.

Retomada segura
A retomada do turismo em Alagoas conta com o selo Safe Travels da WTTC (World Travel & Tourism Council), entidade de turismo internacional que reconhece destinos ao redor do mundo que tenham implementado protocolos sanitários em padrão mundial. Já a nível nacional, Alagoas registra cerca de 1.533 empreendimentos turísticos com o selo do Turismo Responsável do Ministério do Turismo, ocupando o segundo lugar no Nordeste, atrás apenas da Bahia. As duas certificações levam em consideração a prática de condutas que tragam segurança a turistas e moradores.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2021 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]