Desenvolvimento

Novos investimentos ampliam oferta de emprego e renda em AL

Oportunidades fazem trabalhadores retornarem ao estado e ficarem perto de casa

Marcos José Novaes
Marcos José Novaes
A captação de novos investimentos pelo governo de Alagoas está ampliando a oferta de trabalho e renda no estado fazendo com que muitos trabalhadores, que migraram no passado em busca de emprego para outras regiões do país, retornem para suas cidades.

Este é o caso do carpinteiro Marcos José Novaes, 47, que depois de uma temporada na cidade José Eduardo Magalhães, na Bahia, voltou para Alagoas para trabalhar perto de casa nas obras do Centro de Distribuição (CD) da Natura, que está em construção em Murici.

“Quem é trabalhador lugar bom de se viver é aquele que tem trabalho. Por isso, passei um bom tempo na Bahia. Agora estou de volta e feliz porque tenho emprego e estou perto da família. Isso é uma benção!”, relata.

Quem também aproveitou a onda de desenvolvimento de Alagoas para retornar para a terra natal foi o pedreiro Luís Henrique de Souza, 35. Pai de três filhos, ele viveu dois anos em São Paulo, longe da família, para ganhar o sustento.

“Ser obrigado a viver em outro lugar longe da família e dos amigos não é bom. Fui pra São Paulo porque não conseguia emprego. A vida era difícil. Ao voltar, consegui trabalho por aqui, perto de casa e da família”, diz o também operário da obra do CD da Natura.

Anita Ferreira
Anita Ferreira
Considerado um dos maiores investimentos privados do estado, na ordem de R$ 99,4 milhões, o Centro de Distribuição (CD) da Natura que está sendo montado em Murici já gerou 80 empregos diretos e deve ampliar a contratação para mais 120 profissionais. A estimativa é que, ao entrar em operação, em 2022, a unidade de distribuição gere mais de 400 empregos diretos.

Renovação – E os novos investimentos também estão renovando vagas de trabalho em Alagoas. A abertura da unidade da Natville em União dos Palmares proporcionou a recontratação de funcionários da antiga fábrica de bebidas da região, que fechou em 2019.

Neste processo, o técnico em eletrotécnica, Adriano Soares, subiu de posto e agora está atuando como gerente industrial.

“A aquisição da antiga fábrica da Pepsico pela Natville soou como esperança para muitas famílias, porque grande parte dos profissionais da antiga empresa foram recontratados. Isso é bom porque garante o sustento das famílias e o desenvolvimento da nossa cidade. Por isso, mais do que nunca nossa missão é fazer o melhor para que a empresa cresça e, assim, gere mais emprego e renda”, afirmou Soares.

Já Anita Ferreira é uma das novas contratadas da empresa de beneficiamento de leite. “Trabalhei um bom tempo em um posto de gasolina. Daí veio a crise e fiquei desempregada. Logo depois soube da reabertura da fábrica e fui contratada. É bom trabalhar na cidade onde a gente vive, onde está nossa família e amigos”, disse.

A empresa de beneficiamento de leite Natville, que investiu R$ 40 milhões, está prestes a entrar em operação nos próximos meses. Ela vai processar 100 mil litros de leite e gerar aproximadamente 120 empregos diretos na região.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2021 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]