U$ 140 milhões

Vale Verde obtém crédito para investimentos em AL

Operação envolveu os bancos ING, Natixis e Societé Génerale e vai financiar todos os custos com concentrado de cobre

A empresa é a primeira mineradora de metais básicos de AL e produzirá 20 mil tonelada de concentrado de cobre por ano
A empresa é a primeira mineradora de metais básicos de AL e produzirá 20 mil tonelada de concentrado de cobre por ano
A Mineração Vale Verde (MVV), da gestora de private equity britânica Appian Capital, obteve um financiamento de 140 milhões de dólares para o desenvolvimento do projeto de concentrado de cobre de Serrote, em Alagoas.

Com a operação - que envolveu os bancos ING, Natixis e Société Générale -, a Mineração Vale Verde pretende financiar todos os custos remanescentes para o desenvolvimento do ativo, indicando que agora há capital para levá-lo até o período de produção, segundo comunicado.

Vale Verde e Appian Capital também destacaram em nota que a transação financeira é a maior para um projeto de mineração "greenfield" desde o início de 2020, depois dos impactos da Covid-19 sobre a indústria.

"O amplo 'due diligence' técnico, legal, ambiental e social empreendido pelos bancos que lideraram a operação é um forte endosso dos fundamentos robustos do projeto Serrote, da qualidade da direção da MVV e da força da Appian como patrocinadora", disseram as empresas.

Como parte do negócio completo envolvendo o projeto, o fundo Appian Natural Resources Fund II vai obter um royalty sobre uma parcela da produção de Serrote.

De acordo com o comunicado, Serrote caminha para iniciar produção no segundo semestre de 2021. As companhias afirmaram que a construção está "progredindo dentro do prazo e em linha com o orçamento, com mais de 94% da execução total do projeto concluída".

Um estudo desenvolvido pela Appian, antes do início da construção, apontou que Serrote deve produzir cerca de 20 mil toneladas de cobre equivalente por ano por uma vida útil inicial de 14 anos, com a mina a céu aberto suprindo uma unidade de processamento de 4,1 milhões de toneladas/ano.

"(A transação) é um desenvolvimento importante, que reconhece o progresso contínuo e os importantes marcos alcançados até o momento, destacando a atratividade deste depósito de alta qualidade de concentrado de cobre", disse o CEO da MVV e da Appian no Brasil, Paulo Castellari.

Projeto Serrote
A Mineração Vale Verde está implantando o Projeto Serrote, cujo objetivo é a abertura de uma mina a céu aberto para o beneficiamento de minério, visando à produção de concentrado de cobre.

A expectativa é de lavrar, anualmente, cerca de 4,1 milhões de toneladas. A vida útil estimada da mina do Projeto Serrote é de, aproximadamente, 20 anos, mas pesquisas minerais em andamento podem ampliar esse prazo no decorrer da implantação do empreendimento. A planta de beneficiamento irá abrigar equipamentos dos processo de britagem, moagem, flotação e filtragem.

O cobre é um dos metais mais utilizados no mundo, atrás apenas do ferro e do alumínio. Maleável, reciclável, resistente à corrosão e a altas temperaturas, é empregado principalmente no setor elétrico, por ser um excelente condutor de calor e energia. Algumas de suas aplicações são na geração e transmissão de energia, fiações e aparelhos eletrônicos como televisores e celulares, além de carros elétricos.

Além disso, o cobre é um material biostático: superfícies de cobre e maçanetas são usadas em hospitais para prevenir a transferência de germes e o sulfato de cobre é usado como fungicida.

Características do cobre


  • Excelente transportador de calor, condutor elétrico, como material de construção, louça de cozinha, objetos decorativos e componente de várias ligas de metais.
  • O cobre desempenhou um papel importante na história: há provas do uso do cobre por antigas civilizações. Durante o Império Romano, o cobre foi extraído das Ilhas de Chipre. Daí a origem do nome do metal como Cyprium, “metal de Chipre”, mais tarde mudado para Cuprum.
  • Uma das principais usabilidades do cobre hoje em dia é na confecção de carros elétricos, consumindo cerca de 75kg de cobre (peso médio de um ser humano), três vezes mais do que um carro comum.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2021 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]