Giro da Notícia

Prefeitura vai ‘pressionar’ Braskem por indenizações

Ronnie Mota, coordenador do gabinete criado pelo prefeito JHC (PSB) que gerencia os impactos do afundamento de solos em Maceió (o GGI dos Bairros), afirmou o compromisso da prefeitura para o estabelecimento de um acordo justo com a Braskem que garanta o pagamento das indenizações atrasadas aos moradores e empresários prejudicados pelo estado de calamidade decretado em grande parte da capital. O pacto foi firmado na sede da prefeitura e registrado em vídeo, numa reunião entre Mota e o presidente da Associação dos Empreendedores do Bairro do Pinheiro e Região Afetada, Alexandre Sampaio.

O empresário relatou que os atrasos desses pagamentos chegam, em alguns casos, a seis meses. Além disso, algumas das 3.500 empresas afetadas sequer estão previstas para o recebimento de verba indenizatória. Segundo Sampaio, isso ocorre muito em função dos acordos inconsistentes estabelecidos entre a Braskem e o Ministério Público (tanto estadual como federal). No entanto, os documentos decorrentes dessas negociações carecem, agora, da assinatura do prefeito atual para que o caso seja efetivamente encerrado.

O coordenador do GGI dos Bairros declarou que a conduta da mineradora é “absurda” e se colocou ao lado da associação. “Os empreendedores e os moradores podem confiar que vamos pressionar para que a assinatura desse acordo esteja condicionada ao pagamento das indenizações atrasadas”, assegurou Mota.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2021 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]