Bairro do Pinheiro

Imagem grita na destruição da história, sonhos e valores

Retroescavadeira choca moradores do Jardim das Acácias ao criar seu cenário de guerra

A máquina cria o cenário de guerra e põe abaixo a história de vida de milhares de famílias
A máquina cria o cenário de guerra e põe abaixo a história de vida de milhares de famílias
A imagem da retroescavadeira no bairro do Pinheiro, em Maceió, é forte e fala por si.

É a materialização da destruição de conquistas, sonhos e da história de uma gente que amava sua casa, seu bairro, sua rua.

A imagem do repórter fotográfico Aílton Cruz fez chorar muita gente boa e indignada com a situação vivida por centenas de famílias do Pinheiro, do Bebedouro, Mutange e áreas do entorno, vitimas do descaso, do desrespeito e do capital representado pela mineração desmedida da Braskem.

Intrépida, a máquina importada avança contra o bloco 10 do Jardim das Acácias, colocando um fim não apenas nas moradias, mas, sobretudo, afrontando as memórias de quem nasceu, viveu e se formou no lugar.

É claro que enfrentar perdas faz parte da vida. Mas, nessa situação, só quem perdeu é que sente na pele, no coração e na alma a tristeza da agressão sofrida, devido a irresponsabilidade e a ganância de quem imagina que “a economia” está acima de tudo.

Em cada espaço destruído pela Braskem – e com a devida conivência de autoridades ao longo dos anos – estavam ali traços da identidade natural de cada morador e muito mais.

Estavam as relações pessoais, as crenças e os valores adquiridos durante a vida; estavam, além de tudo, as dores sofridas e os amores vividos.

Uma nova semana recomeça e a retroescavadeira certamente voltará a ampliar a destruição, diante de olhos atônitos e de uma gente impotente para dizer um basta. Até porque não há como dizer, diante da tragédia causada.

Mas, a imagem do cenário de guerra vai se perpetuar como obra desrespeitosa do poder econômico e político.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2020 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]