Busca:     

Trade turístico

Aprovada redução do ICMS sobre querosene de aviação em Alagoas

Custos com combustível de aviação representam entre 35 a 40% dos custos de voo

O impacto é relevante no mercado porque os custos com combustível de aviação representam entre 35 a 40% dos custos de voo
O impacto é relevante no mercado porque os custos com combustível de aviação representam entre 35 a 40% dos custos de voo
A notícia da redução da alíquota do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o querosene de aviação, o QAV, foi recebida com entusiasmo pelo trade turístico alagoano. Com a medida encabeçada pelo Governo do Estado, por meio das Secretarias do Desenvolvimento Econômico e Turismo e da Fazenda, o imposto estadual reduz de 12% para cotas de 8, 6 e 5%.

Com a medida, a companhia aérea Gol já sinalizou um acréscimo de 25% nos voos para Alagoas até o fim deste ano. O impacto é relevante no mercado porque os custos com combustível de aviação representam entre 35 a 40% dos custos de voo. Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH/AL), Milton Vasconcelos, o governo agiu de forma rápida para superar o mau momento da aviação no país com o fim das operações da empresa Avianca.

“Estamos em um momento de extremo desafio, uma vez que sem malha aérea o turismo não cresce e não se desenvolve. E foi primordial a rápida reação do governador Renan Filho para que a malha fosse retomada em tão pouco tempo. Além de retomada, foi acrescido novos voos e rotas. Em um momento onde a oferta hoteleira cresceu substancialmente, a busca por maior malha será a base para impulsionar o crescimento de turistas”, ressaltou Milton Vasconcelos.

Quem também comemorou a medida do Governo do Estado foi o Costa dos Corais Convention Visitours e Bureau, entidade representativa do trade turístico do litoral Norte de Alagoas, segundo principal polo turístico alagoano.

“Recebemos com muito entusiasmo a notícia sobre as medidas que o Governo tomou em relação à redução da alíquota, o que mostra a preocupação e o cuidado de nosso Governador e Secretário Estadual de Turismo com o segmento. Tal medida abre oportunidades para a criação de novos voos, a exemplo da Gol, que ligará Alagoas as demais regiões do país, impulsionando cada vez mais o turismo interno e trazendo mais passageiros para o nosso Estado”, enalteceu Ana Maria Carvalho, presidente executiva da instituição.

Celso Luiz Cícero, empresário e diretor financeiro da Praia do Francês Convention, entidade representativa dos empresários da Praia do Francês, em Marechal Deodoro, no litoral Sul de Alagoas, também comemorou e ressaltou que, por ser gradativo, o incentivo pode estimular as companhias aéreas a disponibilizarem mais voos.

“Esse incentivo é muito bem-vindo. Em especial porque, como é gradativo, vai incentivar as companhias a disponibilizarem mais voos para o nosso Destino. No meu empreendimento varia bastante, entre alta e baixa temporada, mas os hóspedes provenientes do aéreo chegam a corresponder a 80% da nossa ocupação, por isso é tão importante que nossa malha aérea cresça e nos proporcione ainda mais turistas”, explica Celso Luiz Cícero.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2019 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]