Busca:     

Giro da Notícia

Visto deixa de ser exigido para turistas dos EUA, Canadá, Austrália e Japão que visitam o Brasil

Área de check-in do Aeroporto Internacional São Paulo - Cumbica (GRU), em Guarulhos
Área de check-in do Aeroporto Internacional São Paulo - Cumbica (GRU), em Guarulhos
Entrou em vigor o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que isenta turistas de quatro países (Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão) de apresentarem visto para entrada no Brasil.

Saiba mais sobre turismo e viagem
O decreto, que foi publicado no Diário Oficial da União, é "unilateral", ou seja, não vale para brasileiros que viajarem para um desses países.

Argumentos do governo
De acordo com o Ministério do Turismo, a decisão não prejudica o "princípio da reciprocidade", pois, ainda segundo a pasta, a dispensa do visto foi adotada a fim de incentivar a geração de emprego e renda no Brasil.

"A isenção do visto de forma unilateral é um aceno que fazemos para países estratégicos no sentido de estreitar as nossas relações. Nada impede que essas nações isentem os brasileiros dessa burocracia num segundo momento", informou o ministério.

A pasta informou, ainda, que os cidadãos dos quatro países beneficiados pela medida já utilizam, atualmente, o visto eletrônico, que acelera a permissão de entrada no Brasil.

"Com essa iniciativa [do visto eletrônico], houve o aumento de cerca de 35% no pedido de visto desses países para o Brasil, em relação a 2017, o que, caso seja convertido em viagem efetivamente, poderá resultar em um impacto de US$ 1 bilhão", afirma o governo.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2019 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]