Busca:     

Segurança

Rui Palmeira, prefeito de Maceió, inaugura Centro Pesqueiro

Estrutura no Jaraguá promoverá melhores condições de trabalho para pescadores, além de mais conforto e segurança

Centro Pesqueiro Jaraguá promete trazer benefícios para toda cidade
Centro Pesqueiro Jaraguá promete trazer benefícios para toda cidade
O prefeito Rui Palmeira inaugurou as obras do Centro Pesqueiro de Maceió. A estrutura construída em Jaraguá vai promover melhores condições de trabalho para os pescadores e mais conforto e segurança para maceioenses e turistas que desejam comprar o pescado.

Na última vistoria realizada pelo prefeito, no mês passado, Palmeira destacou que todos saem ganhando com a entrega do equipamento público, localizado ao lado da atual balança de Jaraguá e bem próximo do Porto de Maceió.

“Será um ganho para a comunidade que vai ter o Mercado do Peixe com todo o padrão de qualidade com fábrica de gelo, estaleiro para os barcos e depósito para o material de pesca. Vai ser algo totalmente voltado para a comunidade pesqueira, mas ganha a cidade com um novo espaço turístico”. Rui Palmeira, prefeito de Maceió.

As obras do Centro Pesqueiro foram orçadas na ordem de R$ 10 milhões, sendo aproximadamente R$ 9 milhões de recursos federais e mais de R$ 1 milhão de contrapartida do Município. O projeto foi elaborado em parceria com os moradores da antiga Favela do Jaraguá. Parte deles foi transferida no ano de 2012 para o Residencial Vila dos Pescadores, no Sobral.

Em 2015, durante a primeira gestão do prefeito Rui Palmeira, a antiga Favela de Jaraguá foi desocupada e os moradores remanescentes foram transferidos para unidades habitacionais, para a construção do Centro Pesqueiro.

Cerca de 300 pessoas serão beneficiadas diretamente com o trabalho no Centro, e outras 1.000 de forma indireta.

Solenidade de inauguração marca uma nova fase no bairro de Jaraguá
Solenidade de inauguração marca uma nova fase no bairro de Jaraguá
De acordo com o secretário-adjunto de habitação e coordenador das equipes técnicas responsáveis pela condução das obras e das ações sociais, Anderson Alencar, os pescadores beneficiados foram mapeados, receberam capacitações e ainda vão passar por treinamentos no local.

“Já realizamos oficinas com pescadores, marisqueiras e trabalhadores das oficinas e estaleiros. Agora, a partir da inauguração, chega o momento das capacitações para o uso adequado de cada equipamento como, por exemplo, a sala de filetagem de camarão, fábrica de gelo e outros espaços que só poderiam ser utilizados com a conclusão e entrega das obras”, Anderson Alencar, secretário-adjunto de habitação.

Estrutura
A nova estrutura conta depósitos, estaleiros, mercado de peixe (com área de vendas e armazenamento), lanchonete, fábrica de gelo, oficinas – fabricação e conserto das redes de pesca, fabricação e conserto de leme e elétrica para barco e motor para barco, além de estacionamento para carros e bicicletas.

Ao todo, 28 placas de regulamentação como de proibido estacionar, de pare, de estacionamento prioritário e de sentido obrigatório foram implantadas no espaço. O Centro Pesqueiro de Maceió vai proporcionar melhores condições de trabalho, segurança e conforto aos cidadãos que têm a pesca como fonte de sobrevivência.

Estandes seguem normas da Vigilância Sanitária e possuem vitrines para apresentação de produtos
Estandes seguem normas da Vigilância Sanitária e possuem vitrines para apresentação de produtos
“Os comerciantes e pescadores do bairro do Jaraguá receberão este centro completamente equipado, com uma ótima estrutura para vendas. O papel da SMTT neste projeto é muito importante e garante uma melhor experiência para todos, pois com o local devidamente sinalizado, o espaço de tráfego de veículos ficará mais organizado para todos que quiserem conhecer o equipamento público construído pela Prefeitura de Maceió”, Daniela Loureiro, assessora técnica de Obras Viárias da SMTT.

A marisqueira Helenaide Maria da Silva aprovou o novo paço. "Estamos agradecidas e acreditando na melhoria da nossa atividade, já que no local que estamos agora falta estrutura e condições de limpeza para a comercialização dos nossos produtos", disse ela.

Já o senhor Cícero mora na comunidade e é pescador desde criança. Para ele, a estrutura implantada pela Prefeitura de Maceió vai trazer muitos benefícios para os pescadores. "A estrutura ficou excelente e a nossa expectativa é de que o movimento melhore. Pelo espaço que estamos vendo, sem lama, com estacionamento amplo, tenho convicção que a população vai procurar nosso centro", frisou.

As obras do Centro Pesqueiro foram orçadas na ordem de R$ 10 milhões, sendo quase R$ 9 milhões de recursos federais e mais de R$ 1 milhão de contrapartida do Município. O projeto foi elaborado em parceria com os moradores da antiga Favela do Jaraguá. Parte deles foi transferida, em 2012, para o Residencial Vila dos Pescadores, no Sobral.

Em 2015, durante a primeira gestão do prefeito Rui Palmeira, a antiga Favela de Jaraguá foi desocupada e os moradores remanescentes foram transferidos para unidades habitacionais, para a construção do Centro Pesqueiro.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2019 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]