Busca:     

Giro da Notícia

Braskem se defende

A Braskem diz que possui 35 poços de extração de salmoura nos bairros Mutange e Pinheiro, sendo sete deles localizados no Pinheiro e cinco estão desativados. Segundo a empresa, os dois últimos poços ativos tiveram suas atividades paralisadas preventivamente após o abalo sísmico, ocorrido em março de 2018. Alega que a falha geológica existente no bairro foi agravada pela rede de esgotamento de águas pluviais deteriorada.

Mas não basta a empresa eximir-se de responsabilidade. Tem que apresentar estudos consistentes comprovando que a exploração mineral não tem relação com os abalos sísmicos que transformaram a região em bairro condenado.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2019 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]