Busca:     

Maceió

Prefeito inaugura Jangada Independência na Ponta Verde

Inauguração do monumento Jangada Independência
Inauguração do monumento Jangada Independência
O prefeito Rui Palmeira inaugurou a Jangada Independência, monumento criado em homenagem à história dos quatro jangadeiros que representaram Alagoas nas comemorações do centenário da Independência do Brasil, em 1922, no Rio de Janeiro. O monumento foi instalado na Avenida Silvio Carlos Viana, na orla de Ponta Verde, próximo à estátua de Graciliano Ramos. A Jangada foi estruturada por meio do Programa de Adoção de Áreas Públicas.

“É uma história muito bonita que a gente precisava resgatar com este monumento, porque a maioria dos alagoanos não tem conhecimento desses valorosos pescadores alagoanos. É muito importante divulgar a nossa história, o nosso legado e a bravura desses alagoanos. Mais uma ação da Prefeitura em parceria com a iniciativa privada, o que é muito bacana”, ressaltou o prefeito.

O projeto do monumento, estruturado de forma sustentável com madeiras de eucalipto, foi elaborado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds). “Tomamos conhecimento de uma jangada que existia na Praia da Avenida e fomos atrás da história dos jangadeiros. Então desenvolvemos um projeto da Jangada e decidimos prestar esta homenagem, trazendo o monumento de novo para a capital. A gente agradece aos empresários que apoiaram a nossa iniciativa e quem ganha é o maceioense e o turismo com mais um local que conta a história de Alagoas”, explicou Gustavo Acioly Torres, titular da pasta.

Para Maria Aparecia da Silva, presidente da Colônia dos Pescadores Z1, da qual os jangadeiros faziam parte, a iniciativa valoriza também a pesca de Alagoas. “A homenagem resgata a história desses jangadeiros que sobrevivem da pesca. É um marco muito bacana, porque é um resgate da história não só de Maceió, mas é também um atrativo a mais para a pesca de Alagoas”, disse.

O dia 27 de agosto foi escolhido para a entrega em virtude do contexto histórico, visto que nesta data, há 96 anos, os jangadeiros partiram rumo ao Rio de Janeiro, na época a capital brasileira. A Jangada Independência é resultado da parceria firmada entre a Prefeitura de Maceió e os restaurantes Imperador dos Camarões, Divina Gula, Bodega do Sertão e a Serraria Falcão, empresas que investiram na iniciativa, por meio do Programa de Adoção de Áreas Públicas.

O proprietário do restaurante Bodega do Sertão, Nado Freire, lembrou a importância da parceria. “A gente ficou feliz com a ideia da parceria e juntos conseguimos fazer este marco que vai ficar para sempre na lembrança e resgatar os heróis alagoanos”, disse. Percival Brumatti, responsável pelo restaurante Imperador dos Camarões, destacou o benefício da iniciativa. “Nós aceitamos e dividimos a parceria e hoje inauguramos a Jangada que vai agradar ao povo de Maceió e aos turistas”, falou o empresário.

História
Sob o comando do mestre Umbelino José dos Santos, 45, os jangadeiros alagoanos partiram da enseada da Praia de Pajuçara e foram ao Rio de Janeiro na embarcação simples batizada de Jangada Independência. Umbelino seguiu acompanhado de Joaquim Faustilino de Sant’Ana, 41, da Barra de São Miguel, Eugênio Antônio de Oliveira, 25, e Pedro Ganhado da Silva, 36, de Coruripe. No Rio de Janeiro, os alagoanos fizeram a primeira parada no dia 12 de novembro.

Após nove tempestades e 98 dias de viagem, eles ingressaram na Baía da Guanabara, no dia 02 de novembro. A Jangada Independência foi transportada de caminhão até a capital federal e, no dia 08 de novembro, os aventureiros, acompanhados da embarcação, foram recebidos pelo presidente da República, Arthur Bernardes.
Voltar Voltar Voltar ao topo da página Topo


Principal  |   Expediente   |   Sugestões   |   Anuncie

© 2018 Turismo & Negócios - Todos os direitos reservados

[email protected]